terça-feira, julho 04, 2006

Casas de banho da realeza


Quando era pequena pensava que os reis e rainhas, príncipes e princesas e outros que tais, não iam à casa de banho. Isso era costume apenas dos plebeus, já que os de sangue azul não fariam coisas desse tipo. Não podia imaginar a rainha Isabel de Inglaterra, sentadinha na sanita fazendo força, lá isso não podia. Não podia imaginar qualquer rainha na idade média, com uma dor de barriga, a meio da noite ter de descer as escadas do castelo, baixarem a ponte levadiça e ela ir a correr lá fora, atrás da árvore.
Agora a muitos anos de distância percebo porque pensava assim, é que nessa época sempre que visitava castelos e palácios nunca via nenhuma casa de banho. Acho que faziam questão de não mostrar. Há muitos anos também, conheci uma pessoa importante de Évora que quis mostrar-me o Palácio de Vila Viçosa, numa visita que o comum dos mortais não faz. Nessa altura falei nas casas de banho e… mostraram-me várias! Existem entre paredes de diversas salas contíguas, com a porta muito bem disfarçada (lá está, não queriam que ninguém pensasse que eles tinham de fazer xixi e outras coisas). As sanitas são móveis de marcenaria requintada, não se percebendo à primeira vista qual o seu fim. Agora como não tinham canalizações de esgoto (acho eu), depois devia ir um criado com um balde cheio lá fora despejar. Devia ser giro! No Palácio da Pena também já mostram uma casa de banho. Pensando bem será que em Portugal terá sido o D. Carlos o percursor dos banhos e casas de banho?
Na foto uma sala de banho no Castelo de Leeds. O/a nobre quando tomava o seu banhito, podia correr as cortinas e assim conversar com os seus aios/as sem se expor. Como lá viveu o Henrique VIII, quem sabe, podia até mandar cortar uma cabecita enquanto lavava as partes baixas. A decoração deve ser uma interpretação dos nossos dias, mas está bem, os miúdos assim não vão pensar que são só eles é que têm necessidades fisiológicas, o que é uma chatice, pois é preciso interromper as brincadeiras!

1 Comments:

Anonymous Gonçalo said...

Pois eu pensava a mesma coisa: não coseguia mesmo imaginar a rainha Isabel no 'trono', com a coroa na cabeça, em desiquilíbrio, enquanto reinava!

9:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home