domingo, junho 25, 2006

Badajoz, Mérida, Rocamador e Alandroal

Se fosse antigamente, dizia que este fim de semana tinha ido ao estrangeiro, mas agora já não se usa essa expressão quando se vai à Europa e muito menos a Espanha. Foi aí que fui, pretendíamos ir às festas do S. João em Badajoz, mas afinal não fomos, estivemos lá, até vimos o fogo de artifício, mas às festas não fomos. Era apenas um pretexto para ir passar fora um fim de semana com um grupo de amigos. Como no sábado de manhã estava tudo fechado e não se podia comprar nada, afinal que graça tem ir ao estrangeiro e não fazer compras? Fomos até Mérida onde apenas comprámos medicamentos com IVA muito inferior ao nosso e sapatos, porque aterramos numa zona de sapatarias, só isso. Depois de um almoço sem qualquer história, fomos às ruínas romanas debaixo de um calor intenso. Só tinha ido lá em pequena e como as escavações entretanto avançaram muito, foi muito interessante ver os restos sensacionais da antiga Emérita Augusta, capital da Hispânia no tempo dos romanos. Fica para outro dia falar disto.
O melhor do fim de semana, foi a visita ao Mosteiro de
Rocamador, um lugar mágico, com interiores inusitados, paisagens lindíssimas, óptimo para namorar. Par lá chegar sai de Badajoz pela estrada para Huelva e ao km 40 e uns metros encontra uma saida à direita que lhe permite virar á esquerda por meio de um viaduto, não tem qualquer indicação, mas é aí mesmo a uns metros mais á frente encontra o portão alto do mosteiro, vêm-no e ele abre-se por mágica, tipo caverna do Ali-bába. Se quiser dormir lá, pode marcar pelo 0034924489000, o quarto duplo mais barato é 130€. Almoçar ou jantar, também só por marcação, com cozinha de autor e sabores diferentes (imagina o gelado de vinagre?).
Na volta a Portugal é imprescindível fazer um desvio até ao Alandroal e ir ao Restaurante A Maria, telefone 268431143, um dos melhores restaurantes do Alentejo onde tudo é maravilhoso. Entradinhas de grão com bacalhau, coelho grelhado desviado, orelha, cabeça de xara divinal, pratos recomendo vivamente o joelho de porco no forno,

os pezinhos de coentrada, o cabrito no forno… Sobremesas conventuais do melhor.
Nestas imagens o Teatro romano em Mérida, uma vista do exterior do Mosteiro de Rocamador e 2 imagens do seu interior, num corredor uma mesa com jarras com vassouras, a outra um altar numa das zonas de jantar, decorado com legumes.

1 Comments:

Blogger PMBC said...

Já estou a pensar numa visita a Mérida.

7:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home