quinta-feira, setembro 14, 2006

Dinheiro de plástico



Os cartões de crédito e de débito são uma coisa maravilhosa que nos aconteceu, muito prática mas têm diversos inconvenientes. Para mim o principal é que não tenho a noção de quanto estou gastando, felizmente não preciso de fazer muitas contas. Anteontem num daqueles devaneios resolvi comprar uma mala de mão, de que não precisava, mas sou daquelas que perde a cabeça facilmente e sinto um desejo irresistível de ter, um desejo momentâneo. Como na loja qualquer dos tipos de pagamento por cartão estava indisponível e eu não tinha cheque nem dinheiro suficiente comigo, restava-me a opção de ir levantar numa caixa Multibanco para depois voltar á loja e pagar a bolsa. Só quando eu vi na mão, a quantidade de notas necessárias é que me apercebi quanto custava aquele impulso! Infelizmente depressa esqueci e ontem voltei a perder a cabeça com a compra de outros impulsos que sei não precisar… tenho de tomar juízo!

4 Comments:

Blogger Fezoca said...

ai, nem me fale!

2:55 da tarde  
Blogger scarlett said...

ah pois tens... ainda bem que as vezes eu sou a feliz contemplada com as tuas compras impulsivas!

3:48 da tarde  
Anonymous paraquedista said...

Pois é, e olha que esses impulsos com a era euro, parecendo que não, passaram a custar o dobro. Belo país este, mas a vida continúa..., mal e cada vêz pior, mas... Há que aguentar. Boa sorte.

5:07 da tarde  
Blogger kuka said...

Você e mais uns milhões de pessoas.

9:48 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home