terça-feira, março 27, 2007

O novo aeroporto da Ota


Hoje não há cá palermices para rir.
Ainda estou a digerir o Prós e Contras de ontem à noite. Foi triste mas foi a realidade, aqueles senhores que estão a favor da solução do aeroporto na Ota, não tiveram sequer um argumento credível que nos levasse a acreditar que aquela era uma boa solução. Enquanto que os do contra, apresentaram diversos argumentos e 2 outras hipóteses de localização com custos de solução, 25% mais baratos e execuíveis em prazos muito mais curtos. Fiquei com a sensação de que há ali qualquer coisa por detrás e por isso querem partir para a solução Ota o mais rapidamente possível. A única coisa que dizem é que já não há tempo para voltar para trás e estudar outras soluções. Hummmm…
Uma obra que vai custar na melhor das hipóteses 3.000 milhões de euros (600milhões de contos) tem que ser defendida sem que reste qualquer dúvida. Não foi o caso. Não esqueçam que somos todos nós e os nossos filhos que iremos pagar esta construção que nem sequer tem possibilidades futuras de ampliação…

Umas curiosidades do terreno da Ota:

O local previsto para a implantação do Novo Aeroporto de Lisboa (NAL) é uma zona de aluvião, com altitudes de 2 a 3 metros, onde confluem 3 linhas de água.
Para aterrar e nivelar a zona da plataforma, com 20m de altura, será necessário movimentar...cerca de 50 milhões de m3 de terra (ou seja o volume resultante do produto de uma base igual à área de um estádio de futebol por uma altura de 10 km , já imaginaram bem?)...
O solo de fundação é constituído por lodos com cerca de 20m de espessura.
Para a melhoria das condições de fundação foi escolhida a solução de tratamento com estacas de brita.
( São 20 m de terra em cima de “pilares” mergulhados em 20 m de lodo. Uma espécie de “ponte”...)
Estas estacas, em número de 235.617 , com 0,90 m de diâmetro e dispostas numa quadrícula com 2,00 m de lado, representam uma construção com mais de 2.600 km de comprimento.
O desvio da ribeira de Alvarinho, com cerca de 2,5 milhões de m3 de movimentação de terras ( uma fila com 35.000 camiões ), constitui um trabalho prioritário.
Outro trabalho prévio é o da construção das estacas de brita, para o qual se estima um prazo de cerca de 16 meses.

13 Comments:

Blogger SAM said...

Mantenho a minha curiosidade a saber a quem pertecem os famosos terrenos das OTA!
lololol

abraço amiga!

1:26 da tarde  
Blogger Burlesconi said...

Este comentário foi removido pelo autor.

1:36 da tarde  
Blogger Capitão Merda said...

O aeroporto tem mesmo de ser construído!
O Sócrates tem muitos favores a pagar...
Mais vai fazê-lo com o dinheiro dos OTÁrios, vulgo contribuintes.

P.S. (espero que não tenhas notificações para os comentários...)

1:39 da tarde  
Blogger Capitão Merda said...

Obrigado pela anedota, Eu Mesma. Veio mesmo a calhar...
Não a conhecia. Está à maneira!

8:21 da tarde  
Blogger Minerva McGonagall said...

No inimigo público até fizeram uma piada com isto... na Ota há tanta água que os passageiros poderão facilmente fazer o transbordo para os cacilheiros!

10:24 da tarde  
Blogger Pedro Javier Mazzoni said...

Três debates depois, um deles com o ministro a levar uma tareia e a esconder-se no não tenho conhecimento de tal estudo, não tenho conhecimentos técnicos para debater... Acho que o debate de Segunda Feira foi bastante esclarecedor.
Saudações

12:19 da manhã  
Anonymous rosa maria said...

Não entendi bem a tua dúvida quando disseste que achavas que havia algo por trás. Eu não tenho duvidas nenhuma.
Eu li uma noticia poucos dias atrás que falava em um novo terminal de passageiros na Portela. Ficaria situado entre os dois radares. Há alguma verdade nisso?

2:24 da manhã  
Blogger asdrubal tudo bem said...

é evidente que há altos interesses por trás do novo aeroporto e eles não são os de Portugal.

10:13 da manhã  
Blogger eu mesma! said...

rosa maria
a minha dúvida era pura e simples ironia!
quanto ao novo terminal da Portela que em principio entra em funcionamento no final do próximo Julho parece que fica entre os 2 radares junto da 2ª circular, mas isto são apenas noticias dos jornais, mais nada. Servirá para voos vindos do Brasil e para os voos low cost.

11:12 da manhã  
Blogger Francis said...

Os apoiantes do aeroporto da OTA são conhecidos por "Otários". A ideia foi do Governo PSd e o PS era contra. Hoje é do governo PS e o PSD é contra. Está tudo dito!

4:52 da tarde  
Blogger VICIO said...

seria mais facil tirar terras em vez de meter! bastava adaptar os aviões para serem hidridos...

6:43 da tarde  
Blogger migvic said...

Isso mesmo:

Ota rios, somos nós

1:41 da tarde  
Blogger Maria said...

Aposto que o Lino tem lá terrenos que precisam ser valorizados... um aeroporto vem mesmo a calhar...

Gente reles!

10:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home