domingo, dezembro 09, 2007

Presentes de um Pai Natal malvado

Krido Paina Tal
Eu qeria resseber um joginho espassiale de przente de na tal.
Tenho cido um boum mnino nest anu.
Adorute,
Marco
Querido Marco,
A tua ortografia é excelente!
Pareces um saloio a escrever...Definitivamente terás uma brilhante carreira na vida...como ajudante de pedreiro! Tens a certeza que não preferes um livro de português?
Quanto ao joguinho espacial, darei um ao teu irmão.
Pelo menos ele sabe escrever!
Um abraço,
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Não sei se pode ser, mas gostaria de ver os meus pais juntos outra vez, ainda este ano.
Com amor,
Júlia.
Querida Júlia,
E o que é que queres mais, miúda?
Que eu arruine a relação do teu pai com a boazona da secretária dele?
Que ele não possa mais brincar com aquelas mamocas gloriosas?
Com aquelas trancas fenomenais?
É melhor dar-te uma Barbie.
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Tenho sido muito boazinha este ano.
A única coisa que peço é paz e muito amor para o mundo.
Com amor,
Sara.
Querida Sara,
Que merdas é que andas a fumar? Ganzas?
Vou dar-te um cachimbo marroquino.
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Fazem 3 anos que tenho vindo a pedir um camiãozinho de bombeiros, e nada.
Por favor vê se desta vez me trazes um!
Obrigado,
Paulo.
Querido Paulo,
Os teus pedidos já estão a chatear-me!
Outra coisa, não é "fazem 3 anos"... porra, ainda não aprendeste?
Usa sempre "há 1 ano", "há 3 anos", "há 2.000 anos". O verbo fazer no sentido de tempo não tem plural...ah, esquece!Mas enfim, quando estiveres a dormir, incendeio a tua casa. Assim, terás todos os camiões de bombeiros com que sempre sonhaste!
Pai Natal

Querido Pai Natal,
Quero uma bike, uma nintendo, um computador, uma caixa de Lego, um cãozinho,um pónei e uma guitarra.
Com carinho,
Tibúrcio.
Querido Tibúrcio,
Mais alguma coisa? Quem foi o infeliz que te pôs essa porra de nome? Porém, tenho uma sugestão. Porque é que não pedes um nome novo? Tipo...Astreugésilo, Germínio, Zebedeu, qualquer coisa assim! Este ano não levas nada!
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Deixei por baixo da árvore de Natal umas empadas para ti e cenouras para as renas.
Um beijinho,
Susana.
Querida Susana:
Empadas dão-me volta aos intestinos, e as cenouras fazem as renas bufarem-se na minha cara. Queres agradar-me, sua chatinha?Em vez de porcarias, põe uma garrafa de Chivas e diversos aperitivos, e convence a tua mãe a vestir aquela lingerie transparente que ela usa para fazer uns jeitos ao teu vizinho de baixo.
Ah! Não ponhas Bolo Rei, porque detesto! Contentas-te com uma caixa de lápis de cor?

Um beijão,
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Como diz aquela canção: "Venha velhinho, de noitinha, quando durmo o meu soninho..." Espero por ti, Paizinho Natalinho!
Adoro-te,
Joana.
Querida Joana:
Como és manhosa! Queres é ver se me lixas com essas promessas de badalhoquice, para os teus pais tirarem um vídeo comprometedor e me chantagearem por toda a vida! Levas um par de meias.
Pai Natal.

Querido Pai Natal,
Por favor! Por favor! Por favor! Dá-me um cãozinho!
Por favor! Por favor! Por favor! Por favor!
Com imploração,
Joãozinho.
Querido Joãozinho,
Esse tipo de choraminguice maricóide funciona melhor com os teus pais, já que és adoptado, e eles é que ainda têm paciência para te aturarem (o cheque da Segurança Social também ajuda...). Pára de ser merdoso!Vou dar-te outro pijama!
Pai Natal.

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger afectado said...

Hehe já conhecia, mas é sempre bom relembrar. Este pai natal é um querido... :)

12:17 da manhã  
Blogger Francis said...

Cá está como o gajo é um sacana.
Sempre houve uma grande injustiça na distribuição dos presentes e sempre que me pareceu que uns eram filhos do pai e outros da mãe!!!

1:02 da manhã  
Blogger Olá!! said...

Malvado???? Nunca gostei desse gordo barrigudo... hahaha
Tadinhas das crianças se levavam respostas dessas...

4:23 da tarde  
Blogger Mariana said...

De criança eu gostava muito do pai natal! não recebia muitos presentes, mas pra mim era suficiente.
Agora pediria algo pela internet em pedidosja que é muito mais fácil.

1:32 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home